Postado 28 setembro 2013

Resenha: Insurgente

Por Regiane Cristina S.







Título: Insurgente
Autor: Veronica Roth
Nº de páginas: 512
Ano Edição: 2013
Editora: Rocco

Tradutor: Lucas Peterson







“ Sem facções? Um mundo no qual ninguém sabe quem é ou onde se encaixa? Eu não consigo sequer imaginar. Eu vejo apenas caos e isolamento. 

ntes de mais nada, eu gostaria de lembrá-los que poderá ocorrer spoilers do livro anterior (confira a resenha AQUI). Caso alguém fique com receio, peço que passe logo para minha opinião final. 

Insurgente me surpreendeu bastante, muito mais do que eu esperava. Estava ansiosa por respostas, e felizmente a autora não poupou esforços quanto a isso. Ao fechar o livro eu tive que refletir sobre tudo que aconteceu, pois existe muito sofrimento, agonia e crueldade ao decorrer de suas páginas. Tive que absorver a história aos poucos, pois fiquei com um nó na garganta e a sede em ler o desfecho dessa saga me deixou assim: "Quero Allegiant para ontem".

Na continuação de Divergente, as facções estão se desmoronando e Beatrice tentará se proteger e manter vivos aqueles que a cercam, mas será atormentada por conflitos internos, além de ter que lidar com seus sentimentos, política e outras questões complicadas. Ela terá um longo e caminho largo a trilhar.

As interrogações que foram deixadas no livro anterior, felizmente foram esclarecidas aqui. Confesso que a continuação é tensa, e me abalou completamente. Senti-me aflita praticamente o tempo todo e isso foi uma tática perfeita da autora para me manter presa a leitura. 

Um dos pontos interessantes, é que Veronica não ficou repassando os acontecimentos de Divergente (como muitos autores fazem na introdução). Ela começou exatamente do ponto que terminou. Sinceramente eu gostei muito, já que a história do 1° volume da série mantinha-se bem fresca em minha memória. 

Eu adorei o fato da autora ter se aprofundado mais nas outras facções. Em Divergente eu achava que a Amizade tinha sido criada a esmo (de forma aleatória) só para preencher um espaço, mas eu me enganei totalmente. Claro que quando eu me deparei com a capa de Insurgente, tive a certeza que não seria assim, e isso foi confirmado através de suas páginas. 

Apesar de a Amizade ter tido um papel fundamental, eu não consegui me afeiçoar a ela como eu esperava. Senti raiva e desespero pelas pessoas pertencentes à facção agir de determinada forma e nessas horas, desejei que elas tivessem um pouco da atitude da Audácia - que se manteve tão interessante quanto em Divergente - apesar de possuir uma quantidade enorme de gente falha. A autora também se preocupou em explorar mais a Franqueza, que acabou me cativando até mais que a Amizade. A Erudição se superou em questão de crueldade ao comando da frieza e ganância de Jeanine. Ela é uma vilã que foi capaz de me fazer sentir frio na espinha praticamente o tempo todo. 

Beatrice (ou Tris) me irritou profundamente em algumas passagens. Eu até entendo que ela estava se sentindo desesperada por tudo de ruim que tinha lhe acontecido e por tudo que ainda estava por vir, mas ela devia ter confiado mais em Quatro e não ter agido por conta própria – em algumas situações. Ele já tinha me conquistado anteriormente, e em Insurgente, mantive a mesma opinião: Quatro é o personagem da série.
Christina ganha destaque e seu amadurecimento é admirável, o que a tornou mais interessante.

Não há muitos personagens inéditos, mas fiquei surpresa como a autora apresentou atitudes inesperadas por parte de alguns deles. Reviravoltas que me deixaram de boca aberta e que me fizeram admirar mais ainda a trama criada por ela. Sem contar, que eu não fazia ideia do quanto ia ficar pasma com o desfecho da história. 

Veronica Roth deixou um gancho enorme para o último livro dessa saga, o que me faz crer que ela irá satisfazer muito bem os seus leitores. Espero que eu não esteja enganada, pois criei muitas expectativas, desejo muito que elas possam ser superadas e que a trilogia feche com chave de ouro. Estarei torcendo por isso e me corroendo de curiosidade enquanto Allegiant não é lançado. 

Eu não sei quanto a vocês, mas eu estou super empolgada para ver Divergente no cinema. O trailer é muito atrativo e aguçou mais ainda a minha vontade de conferir essa adaptação nas telonas. 

Se você ama livros de distopia, corra para ler a série, pois você irá se descabelar e se chocar com essa história surpreendente de Veronica Roth. Recomendo!

Não deixe de conferir a Fanpage e o Twitter da Rocco.

12 comentários:

  1. Não li a resenha... Ainda não tive a oportunidade de ler o primeiro livro dessa série.

    Beijos,
    Mands - Outbreaks.

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não li Divergente, uma amiga minha tinha me dado de presente, mas deixou na casa da prima pra me entregar e daí eu não sei o que aconteceu kkk estou tão curiosa com essa distopia, porque todos estão comentando que a trama é muito boa. Eu também estou ansiosa para ver a adaptação, ainda não vi o trailer vou conferir na semana que vem. Os pontos que você destacou me deixaram ainda mais curiosa.
    Abraços, Raquel.

    ResponderExcluir
  3. Estou louca para ler essa série, pena que estou tão sem tempo. Mas quero comprar o quanto antes...

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito desses livros, mas acho que leio tão rápido (o ritmo é impossível de parar), que a história não fixa na minha memória! É uma pena, porque quando fui ler Insurgente, fiquei... perdida. Eu já não me lembro mais do que acontece em Insurgente, e nem do que ela explorou quanto às facções.

    @mmundodetinta
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu quero muito ler essa serie!! Principalmente pq vi umas fotos do filme e fiquei muito interessada pelos livros.. amei a resenha, fiquei ainda mais curiosa!!!

    ResponderExcluir
  6. Não li a resenha por conta que não quero pegar alguns spoilers, rs. Mas estou super ansiosa para ler esse livro, é uma das minhas próximas leituras.

    ResponderExcluir
  7. Bom como você pediu eu pulei para o final da resenha para não ler spoilers..mais pela sua resenha já vi que Insurgente consegue superar Divergente na história e nos faz esperar ansiosamente pelo último livro da trilogia onde respostas enfim serão dadas..ansiosa para ter meus livros em mãos..

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da resenha, ainda não li o livro, só o primeiro, mas quero muito ler esse, ele já esta na minha lista de próximas leituras, mas vai demorar um pouco por que tenho vários livros para ler na frente, minha lista tá diminuindo devagar.

    ResponderExcluir
  9. Insurgente supriu minhas expectativas!! E sua resenha define exatamente tudo que eu visualizei enquanto lia. Quando fechei o livro a sensação de 'como assim? onde está Allegiant?' foi gritante.
    No momento em que acabei Divergente tinha 'Free Four' que é um conto com a visão de Quatro do capítulo 13 do primeiro livro....mas depois Insurgente não havia nada!
    Agora é esperar o lançamento mesmo.

    Bjsss,
    Annie
    http://omezanino.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Já saiu o trailer do filme? :o
    Eu não li a resenha porque ainda não li Divergente então Insurgente nem chegou na lista de leitutra. xD
    Espero que quando conseguir pegar pra ler a trilogia eu fique chateada por ñ ter dado a chance que todos diziam que devia dar.

    ResponderExcluir
  11. Estou querendo muito ler a série , já tenho o primeiro mas estou esperando ter o segundo pra começar a leitura e não ficar com tanta vontade de ter logo as continuações.
    Ver o filme só depois de ler toda a série não gosto muito de adaptações.
    Fico lendo a resenhas e imaginando o quanto deve ser boa.

    ResponderExcluir
  12. Eu ainda não li esse livro e nem o anterior, Divergente, embora o tenha em minha estante. Estou esperando para adquirir esse para então ler. Gostei muito da sua resenha, está ótima.

    ResponderExcluir