Postado 03 outubro 2011

Resenha: O Motivo

Por Regiane Cristina S.





Título: O Motivo
Autor: Patrick Ness

Nº de páginas: 447
Ano Edição: 2011
Editora: Pandorga










“E aí está a lição: não existe nada bom que não seja seguido por alguma coisa ruim.”

A resenha de hoje é de um livro que marca e que emociona profundamente.  A obra de Patrick Ness possui uma temática forte, onde muitos acontecimentos na história são bem condizentes com a realidade do nosso mundo.

Todd Hewitt é o último garoto em Prentissburgo – uma cidade de homens – um lugar um tanto peculiar, pois por lá, todos possuem a capacidade de ouvir qualquer pensamento alheio. Até mesmo dos animais. Resumindo, um local sem privacidade alguma.

Todd tem 12 anos, mas em 1 mês completará 13 anos - a qual determinará a  sua maioridade - quando ele se tornará um homem. Mas é nesse momento, que ele descobre que a cidade está ocultando algumas verdades dele, portanto a sua única saída é fugir o quanto antes do prefeito e dos homens de Prentissburgo. Para acompanhá-lo nessa jornada, ele conta com seu único amigo, seu cachorro Manchee.  

 Todd jamais imaginaria que em seu trajeto de fuga, iria se deparar com algo surpreendente – a primeira garota que ele já viu. A partir daí, ele tem absoluta certeza que nunca soube a verdadeira realidade vivenciada por sua cidade. Agora Todd sabe, não há como voltar, apenas correr e lutar por sua vida e de seus companheiros.

Eu ainda estou absorvendo a história criada por Patrick Ness. Eu nem sei quais palavras devo utilizar para descrever o que senti ao ler O Motivo.  É uma obra que desperta diversas emoções, que fica até complicado de expô-las.

A narração do livro é em primeira pessoa. E como muitos sabem, prefiro em terceira, mas em O Motivo, o autor trabalhou tão bem, que deu para ter uma visão bem ampla e detalhada dos acontecimentos. Não me sentir perdida em momento algum. Esse tipo de narração não é para qualquer um, e posso dizer, que Patrick desenvolveu-a com maestria.

Os personagens são muito bem construídos, com personalidades bem definidas e marcantes. Amei Viola. Não sei o que seria de Todd se ela não o auxiliasse, tentando mostrar um mundo louco e podre por trás da sua visão limitada. Por outro lado, ele muitas vezes me deixou fula. Com vontade de gritar: “Olha Todd, todos mentiram para você, há muito mais mentiras do que você possa imaginar. Ouça o que a Viola tem a dizer.” Sei que Todd cresceu imaginando uma outra realidade, mas mesmo assim, em muitos momentos tive vontade de socá-lo, mas em outros, tive vontade de olhar em seus olhos e dizer: “É isso ai garoto!”.

Entre outros personagens que simplesmente me conquistaram foram: a turrona da Hildy, que no fundo possui uma generosidade sem tamanho e o Wilf, um homem demasiadamente bondoso, que não se preocupa com que os outros irão pensar, se precisa ajudar alguém em apuros. E claro que não poderia faltar, o cãozinho mais companheiro e fiel, Manchee, ele me cativou em todos os sentidos. Até mesmo quando ele ficava inquieto por estar com fome ou com vontade de fazer suas necessidades.

O Motivo é simplesmente incrível. Uma obra e tanto. Mexeu demais comigo. Senti-me como se estivesse dentro da história, ao lado dos personagens, dando força e animo para não desistirem nunca e continuarem lutando por suas vidas. Vivi um turbilhão de emoções ao decorrer da leitura. Senti raiva, revolta, angustia, alegria e tristeza - a ponto de muitas vezes, me deixar com um nó na garganta, além de arrancar minhas lágrimas.

Esse livro é um tapa na cara, pois mostra o quanto o homem pode ser cruel e insano em nome do poder. Onde nada e ninguém importa, além dele e seus objetivos.  E não fica só nisso, também mostra o quanto um líder religioso é capaz de usar o nome de Deus para justificar suas atitudes monstruosas. E quantos desses homens estiveram e estão por aí, espalhando caos e cometendo atrocidades? Sempre existiram e sempre existirão. Isso é fato.

Eu gostei muito da editora Pandorga ter utilizado o estilo colonial do nosso português. Foi uma decisão certeira, pois ao se preocuparem em não construir um texto artificialmente “correto”, deu todo um aspecto real a história. A diagramação também me agradou bastante.

Em geral, o livro me prendeu completamente, a história é muito instigante e maravilhosa. O mundo distópico, pós- apocalíptico construído por Ness é perfeito e muito criativo. O final me deixou ansiosa demais para ler a continuação dessa série - intitulada como Mundo em Caos. Adorei e super recomendo a todos que adoram uma obra com um diferencial!     

         Nota final:                                   
             

9 comentários:

  1. Fiquei muito curiosa respeito do livro
    Principalmente pelo fato de pode se ler os pensamentos
    Deve ser muito bem escrito e faz o leitor não largar mais
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Rê! :D
    Nossa, essa é a primeira resenha que leio desse livro, eu já tinha ouvido falar sobre ele, mas acho que só tinha lido uma frase da sinopse e nem sei porque. '-'
    Mas eu fiquei super empolgada só com sua resenha! A estória parece ser fantástica e envolvente! *-*
    Diferente de você, eu adoro narração em primeira pessoa, então o fato do livro ser narrado assim aumentou ainda mais (se é que possível) minha vontade de lê-lo.
    Tenho certeza que vou gostar e ele vai imediatamente pra minhas lista de desejados!

    Bjuu' (:

    ResponderExcluir
  3. Já tinha ouvido falar desse livro, mas nem fazia idéia sobre o que falava.
    Adorei sua resenha, parece ser um ótimo livro, fiquei com bastante vontade de ler, ainda mais por ser algo diferente do que estou acostumada a ler.

    ResponderExcluir
  4. Oi Rê... nossa pela capa parece um livro "qualquer" mas a sua resenha deixa as pessoas com muita curiosidade!

    Adorei!

    Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Oi Regi xD
    Confesso que toda vez que via esse livro n dava mt por ele n. Acho a capa meio down çç
    Mas ao ler algumas resenhas fiquei animadinho, afinal, adoro distopia <3
    Quase 500 páginas é de tirar o folego e te deixar com muita sede kkkkkkk
    bjs,
    tudo por um livro.

    ResponderExcluir
  6. Oi Rê! :)

    Esse livro me chamou a atenção pelo nome, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre ele. A sua é a primeira que leio e nem preciso dizer que fiquei curiosa, né?!
    Olha, a sua resenha está ótima, como sempre. Mas confesso que o 10º parágrafo bastaria pra me deixar SUPER curiosa com a estória. Você escreveu o necessário para me convencer neste parágrafo. Mais um livrinho pra lista de desejados... Onde eu vou parar deste jeito?! rs
    Os personagens parecem ótimo, pelo que você disse. E tem até um cachorrinho, gente! hehehe, adoro.
    Só a capa do livro é que não me agrada muito. Mas sinceramente, como uma estória como essa, acredito que a capa seja o de menos. O conteúdo é mais importante! E pelo que li aqui, o conteúdo do livro não deixou a desejar! =D

    Beijão Rê!
    E boas leituras!
    Amanda - Lendo&Comentando
    =)

    ResponderExcluir
  7. Já tinha visto este livro em outros blog e ele não me chamou atenção...não gostei da capa e da história...=(

    ResponderExcluir
  8. Olá, Rê!!
    Parece que a Pandorga gosta de publicar livros emocionantes e com lições de vida que marcam para sempre a vida de quem lê, não é mesmo?
    Eu achei interessante a história e sua resenha foi a primeira que eu li, o que só fez aumentar a minha vontade de conferir de perto também.
    Espero ter a oportunidade de ler algum dia! Deve ser tão imperdível quanto o livro Cante para eu dormir. Eu prefiro também livros narrados em 3ª pessoa, para se ter uma visão mais global e detalhada da história
    Adorei a sua resenha!
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  9. olá encontrei seu blog faz pouco tempo e to adorando xd otima resenha rsrsrs mais um na para a minha lista

    ResponderExcluir