Postado 19 setembro 2011

Resenha: Dupla Falta

Por Regiane Cristina S.

 




Título: Dupla Falta
Autor: Lionel Shriver
Nº de páginas: 368
Ano Edição: 2011
Editora: Intrínseca








Willy Novinsky se apaixonou perdidamente pelo tênis, desde que pegou pela primeira vez em uma raquete - aos seus 5 anos de idade. Apesar de seus pais jamais terem oferecido nenhum tipo de apoio ao tênis, Willy nunca desanimou, pelo contrário. Desde os 17 anos - quando conheceu seu treinador Max -  começou a se dedicar integralmente ao esporte, mas por conta do destino, a relação entre ela e Max, foi além do profissional. Algo que não durou muito, pois quando Willy percebeu que o seu caso com o treinador estava começando a atrapalhar seus treinos, ela resolveu rompê-lo.

Aos 23 anos, ela já fazia parte do ranking profissional, entre os tenistas medianos. Seu lema era: "Ame a mim, ame meu jogo". Nessa mesma época, ela acaba conhecendo Eric Oberdorf - um jovem matemático, recém-formado pela Universidade de Princeton, que chama sua atenção imediatamente. Não só pela sua aparência física, mas por outras qualidades, entre elas, a afinidade pelo tênis. 

Eric e Willy se apaixonam, começam a namorar, e consequentemente, se casam. Apesar de Eric não jogar tão bem quanto sua esposa, ele está acostumado a dar o máximo em tudo que se faz, então com o tênis não poderia ser diferente. A vida deles iam perfeitamente bem, até que Eric - assim como Willy - começa a lutar para alcançar uma colocação entre os top 100, isto é, uma classificação entre os melhores. Por conta disso, ele acaba ultrapassando-a, e nisso o casamento se transforma numa competição acirrada, principalmente por parte de Willy, que não se conforma com a situação. Até que ponto o egoísmo de uma pessoa pode chegar? Será que vale a pena sacrificar a felicidade sentimental para obter algo desejado? 

No início desse livro, eu me deparei com uma leitura um tanto cansativa, porém após a página 70, o ritmo foi melhorando gradualmente.  Fiquei meio impaciente, mas depois eu percebi que foi essencial para que a história aparentasse algo mais real e humano. O romance não acontece instantaneamente como vemos em muitos livros por aí, mas de uma forma bem natural.

A narração em terceira pessoa, é forte e impactante. Mostra uma história de amor que segue ao fracasso. Onde a cumplicidade e a paixão, são preenchidas por egoísmo e inveja,  gerando uma guerra de egos.

Os personagens são muito bem construídos. Suas personalidades e características, são muito plausíveis. Fiquei assustada e ao mesmo tempo admirada por Lionel Shriver ter explorado tão a fundo e de uma forma tão magistral o lado obscuro e egocêntrico do ser humano. 

O livro é tenso do começo ao fim, e por esse motivo, me senti angustiada até a última página. É uma história que desperta diversos sentimentos. É impossível não se colocar na pele dos personagens, admirá-los ou odiá-los, entendê-los ou repudiá-los. 

É uma obra bem diferente do que estou acostumada a ler, mas que vale muito a pena, pois serviu como uma ótima reflexão. Dupla Falta traz uma realidade vivida por muitos casais, com altos e baixos, tumultos e brigas, onde muitas vezes o egoísmo fala muito mais, do que qualquer outro sentimento. Recomendo! 

Nota final: 




20 comentários:

  1. Rê adorei a resenha, e nossa fiquei muito curiosa com o livro, apesar de vc dizer que demorou para pegar o "embalo" da coisa.
    Mas gostei que não parece ser mais um livro de romance qualquer.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Você acredita que eu estava agorinha mesmo procurando referências desse livro?
    Tentando escolher qual a próxima leitura da intrínseca...
    E, vai, eu vou deixar ele mais para frente... já tive muita lentura lenta nos últimos dias e estou precisando de algo bem imediatista hehehehehe

    ResponderExcluir
  3. Nunca li um livro desse gênero, mas tenho que admitir a resenha foi impactante, causando um desejo intenso pelo livro. Imagina uma paixão com companheirismo se tornar da noite para o dia uma coisa competitiva. Onde o egoismo e a inveja se tornam os grandes impulsadores de uma guerra de egos. Parece um tanto absurdo, impossível, mas incrível. Não sei o que dizer sobre o quanto eu fiquei com vontade de ler esse livro! Como eu disse nunca li nada do gênero, foge totalmente do que eu estou habituada! Mas como eu gosto de experimentar coisas novas, por que não começar com esse?
    Excelente resenha!
    BEJO ;*

    ResponderExcluir
  4. Oie . Este livro acredito que seja interessante por talvez, narrar o que acontece com muitas pessoas ligadas ao esporte, afinal, atletas das mais diversas modalidades, se dedicam muito, e aquele esporte se torna sua vida. Vida em que muita coisa pode acontecer...interessante livro. bjuss

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    parece ser um livro bem impactante e nunca li um livro deste genero ainda mais sobre um que a personagem se dedica mt. fora do habitual que estou acostumanda.
    bjs...

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem ? Adorei a resenha, o livro é daqueles que prende agente, que não consegue parar de ler né? O que aconteceu com o treinador? Ahh quero saber rsrs Vou ter que ler para saber! :/
    Começa com romance e termina totalmente diferente, e com narração na terceira pessoa, eu gosto de livros assim...
    Gostei da capa, pela resenha tem tudo a ver com o livro...

    Sucesso pro blog, beijos - http://bloghoradaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Amei a resenha!
    Gosto de livros que nos fazem refletir e esse, apesar de despertar a angústia, deve ser ótimo exatamente por isso!
    O autor deve ser ótimo para conseguir desenvolver tão bem sentimentos tão intensos!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Nossa Rê eu confesso que pela capa eu não gostei, não me chamou a atenção, mas com a sua resenha a minha visão do livro mudou. eu gosto de livros que nós levem a realidade das coisas. Confesso que adoro romances que fracassam \o/
    bjos!!!
    Corujão Books

    ResponderExcluir
  9. Muito boa a resenha!
    Acho q se eu tivesse visto esse livro por ai nunca iria imaginar q se trata de um romance! rs

    ResponderExcluir
  10. Oi Rê! :)

    Faz tempo que quero ler alguma coisa da Lionel, mas eu queria começar com "Precisamos falar sobre o Kevin", mas ainda não tive oportunidade de comprá-lo. Quando vi que a Intrínseca iria lançar mais um livro da autora, fiquei curiosa... Mas aí, quando conheci o livro ele não me interessou, muito, sabe? Mas, depois de ler tantas resenhas positiva sobre "Dupla Falta" té me batendo aquele pesar de não ter lido! rsrs.
    Eu gosto de livros que trazem dramas da vida real, sabe? Muitas vezes eles nos servem como alerta, caso tenhamos que passar por situação semelhante em nossas vidas.
    Adorei a resenha, Rê. Sempre muito bem construída, como sempre. ;)
    Espero poder ler algum livro da Lionel em breve! só ouço coisas boas em relação aos livros dela.

    Beijão pra você! *.*
    Amanda
    Lendo&Comentando
    :)

    ResponderExcluir
  11. já tinha lido UMA resenha desse livro, mas...
    sabe como é, né, Rê?! Nenhuma resenha é melhor que a sua ;)
    Adorei!
    Já tinha me interessado por ele... espero poder ler em breve!

    ;*

    ResponderExcluir
  12. Eu gostei muito da sua resenha mas acho que essa história não me chamou muita atenção.
    Pode ser que me interesse por esse livro mais adiante.
    Beijos!

    Blog Vida de Leitor

    ResponderExcluir
  13. Ei Rê :D
    Passando correndo só pra avisar que te indiquei pro Cine Meme, no post mais recente do blog ^^
    Bisous

    ResponderExcluir
  14. Já tinha visto esse livro, mas não chamou a minha atenção, então nem procurei saber sobre o que falava.

    Despois que li a sua resenha mudei de idéia, apesar de também não ser algo que estou acostumada a ler parece ser um ótimo livro.

    ResponderExcluir
  15. Este livro parece ser ótimo pelas resenhas que li por aí...
    Estou desejando muuuuito ele, hehehehe

    beijos
    Cynthia
    http://garotaqueamaler.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi Rê!
    adorei a sua resenha, ficou muito bem explicado do que se trata o livro. Mas confesso que não me interessei nadinha, já me antipatizei com a Willys antes mesmo de conhecê-la!
    Pode ser que um dia eu dê uma chance, mas por enquanto não =)

    Beijos
    Livros e blablablá

    ResponderExcluir
  17. Olá, Rê!!
    Adorei a sua resenha!!
    Este livro nunca despertou a minha atenção, mas pode ser que eu esteja enganada no meu julgamento inicial rs. Pode ser que eu mude de ideia e reslva ler este livro algum dia.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  18. O livro parece mesmo ser bem tenso. Não sei se gostaria muito da história. Mas não vou mentir que apesar de tudo, me interessei pela história! Acho que foi por causa da sua resenha, muito boa por sinal!

    Beijos,
    Letícia.
    www.resuminho.com

    ResponderExcluir
  19. Já tinha visto a resenha do livro em outros blogs e ele não me chamou muita atenção...quem sabe algum dia me interesse por ele neh!!!!!!!

    bjus

    ResponderExcluir
  20. às vezes um bom livro desses faz a gente refletir muitas coisas né? Adorei a resenha! ;)
    Abraços!

    ResponderExcluir