Postado 13 outubro 2010

Resenha: Querido John

Por Regiane Cristina S.






Título: Querido John
Autor: Nicholas Sparks
Nº Páginas: 288
Ano Edição: 2010
Editora: Novo Conceito






 

Não sei nem por onde começar. Se falo primeiramente da história ou do que senti ao decorrer da leitura. Uma coisa eu sei, Nicholas Sparks é o cara, pois ele sabe muito bem como emocionar alguém.

Esse livro foi um tiro no escuro, porque eu nunca tinha lido nada do autor, até então. Mesmo se tratando de um best-seller, eu tive a consciência de que não seria garantia de que iria me agradar, mas felizmente foi assim. Não me arrependo nenhum um pouco em tê-lo adquirido, pelo contrário.

Uma boa história de amor sempre consegue me emocionar, de uma forma ou de outra – pois sou uma pessoa romântica – mas em “Querido John” foi diferente, como posso dizer... mais profundo, mexeu muito comigo, como há muito tempo não acontecia. Bom, os livros que me causaram algo parecido foram “Romeu e Julieta” e “Tristão e Isolda”. Posso estar sendo pretensiosa demais ao comparar tais clássicos com essa obra atual, mais aí que está! Por ser uma história que se passa praticamente nos dias de hoje, faz parecer real, onde o leitor consegue se identificar com os personagens, com as situações, enfim, com o enredo em geral.

John, quando criança adorava acompanhar seu pai - um colecionar - na busca de moedas raras, mas com o tempo, percebeu que ele não conversava mais nada, além disso, sempre moedas. Cansado de não ter a atenção do pai e por não saber detalhes sobre o abandono de sua mãe, ele tornou-se um típico adolescente rebelde. Quando terminou o colégio não quis fazer faculdade, mas após sofrer sua primeira decepção amorosa, resolveu mudar de vida, se alistando ao exército.

Em uma de suas licenças que ele retorna para ver o pai, acaba conhecendo Savannah por acaso. Uma garota surpreendente, madura e responsável. Com tantas qualidades foi praticamente impossível não despertar interesse em John. Ela gostava do seu jeito e ele mais ainda. Ambos acabaram se aproximando muito, e se apaixonando, estavam felizes, mas após duas semanas juntos, havia chegado o momento que John deveria partir. Voltar a Alemanha - onde servia o exército.

O amor deles se tornou tão forte, que foi capaz de resistir à saudade, ao tempo. Eles enfrentaram de tudo para ficarem juntos. Tiveram diversos momentos difíceis, onde brigavam, discutiam. Coisas óbvias de uma vida a dois - um amor próximo a realidade, que tem falhas, defeitos, onde nem tudo é belo e maravilhoso.

Uma das coisas que mais me emocionaram, foi à proximidade e dedicação de John ao seu pai - graças a Savannah que fez com que ele aprendesse a entender mais seu único parente. Eu me identifiquei muito com esse livro, em várias ocasiões. Acho que é pelo fato da história ter um lado muito familiar - já que sou muito ligada às pessoas que amo.

Ainda estou impressionada com a emoção que o autor conseguiu passar nessa obra. Arrancou-me lágrimas e soluços. Um dos mais maravilhosos romances que li em minha vida. Um amor incondicional, sem limites.

Recomendo mesmo! Com toda certeza! Quem gosta de romance, vai amar e muito!

9 comentários:

  1. Esse livro me fez chorar litros!
    É realmente lindo, como tudo o que o autor escreve!

    Estou te seguindo flor!

    Sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Ain, Querido John é realmente uma obra prima, chorei tanto, credo! UAHSUAHS Realmente, é um livro muito bom. Gostei da resenha, ta de parabéns.
    beijos.

    ResponderExcluir
  3. Não tem o que falar. AMEI o livro e adorei o filme

    ResponderExcluir
  4. Ficou confuso essa parte aqui: "John, quando criança adorava acompanhar seu pai - um colecionar - na busca de moedas raras, mas com o tempo, percebeu que ele não conversava mais nada, além disso, sempre moedas."

    Sabe, estou me segurando pra ler algum livro do Nicholas Sparks, falam que os livros dele sempre acabam em finais infelizes ou com algum tipo de tragédia! Sei lá, pode ser imaturidade minha, mas gosto de finais felizes :)

    Comprei "A Última Música" para uma amiga minha (de tanto falarem bem dele), vamos ver se ela gosta! hehuehue

    Pretende ler outros livros dele?

    Abraçoo/

    ResponderExcluir
  5. Nickolas Sparks, sem dúvida alguma,é o kra, o rei dos romances, ele sempre arrasa! Amei Querido John,émto emocionante.Tbm já li 'O Milagre', 'A Primeira Vista', 'Diário de uma Paixão' e 'Um Moemnto Inesquecível', e vou ler 'A Última Música'.Resumindo: Sou super fã de Nickolas Sparks! \o/ \o/ \o/

    ResponderExcluir
  6. Amei esse livro
    História linda
    Adoro os livros do Nickolas Sparks
    Ele sabe como colocar os sentimentos no papel e fazem a gente sentir o que o personagem está sentindo

    ResponderExcluir
  7. Chorei no livro, chorei no filme. Mas com certeza o livro é BEM melhor. O filme muda muita coisa e omite muita coisa, também.

    ResponderExcluir
  8. Tanto o livro quanto o filme são muuuuuito saaad né =(
    Adorei resenha!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Tenho o livro e sempre me emociono lendo
    Nicholas Sparks!!
    :)

    ResponderExcluir