Postado 18 outubro 2010

Resenha: O Morro dos Ventos Uivantes

Por Regiane Cristina S.






Título: O Morro dos Ventos Uivantes 
Autor: Emily Brontë  
Nº de páginas: 292  
Ano Edição: 2010  
Editora: Leya Brasil







"Não é fácil perdoar, olhar para esses olhos e agarrar essas mãos mirradas. Beija-me e não me deixes ver os teus olhos! Perdoo-te o mal que me fizeste. Eu amo quem me mata. Mas... como poderei perdoar quem te mata?"

Se alguém achar que encontrará um amor doce e puro ao ler esse livro, irá se enganar. Morro dos Ventos Uivantes trata-se de uma paixão obsessiva, acompanhada de ódio e orgulho. Uma história que não há limites para causar dor, não importa o quanto destrua ao redor, o prazer está na sede de vingança.

A história se intercala entre a narração do Sr. Lockwood e Nelly. As descrições da autora são perfeitas, melhor que isso, são impecáveis. Muito detalhado, onde o leitor consegue imaginar cada cena, cada momento, e com muita precisão, até mesmo os cheiros e climas.

Tudo começa quando o Mr. Earnshaw em uma de suas viagens trás para O Morro dos Ventos Uivantes uma criança misteriosa, que aparenta ser um cigano, mas que ninguém tem certeza. Seu nome é Heathcliff, o qual se tornou o filho preferido e digno de receber a maior parte da atenção do seu benfeitor. Isso acabou despertando ciúmes em seus filhos legítimos, e consequentemente causando intrigas, especialmente por Hindley. Heathcliff consegue porém conquistar a atenção de Catherine, sua irmã. Apesar de tudo, as coisas parecem seguirem razoavelmente bem até que infelizmente o Mr. Earnshaw morre, e com isso Heathcliff acaba ficando à mercê das maldades do seu irmão de criação, o que faz com que ele cresça praticamente como um selvagem – e daí que inicia-se o sentimento por vingança.

Sem modos e sem muita instrução, Heathcliff deixa de ser uma opção para Cathy como seu futuro marido, mesmo sendo apaixonada por ele. Com uma visão bastante fútil e gananciosa, apoiada pelo seu irmão Hindley, ela acaba ficando noiva de Edgar Linton - um excepcional cavalheiro e herdeiro da Granja dos Tordos - decepcionado com a escolha e com o abandono de Cathy, Heathcliff vai embora do Morro dos Ventos Uivantes.

Dois anos mais tarde - após Catherine já ter se casado com Edgar - Heathcliff retorna como um perfeito cavalheiro e misteriosamente rico. Nesse momento ele já se sente preparado para colocar em prática sua vingança contra aqueles que colaboraram pela separação dele e Cathy.

Heathcliff se torna cego e cruel em nome da vingança. Não se importando com nada, nem mesmo com aqueles que tem uma ligação com ele, prefere até mesmo tirar proveito disso, usando-os como instrumentos para suas ações diabólicas. Um personagem digno de ódio e repúdio por todas suas maldades absurdas, porém também é digno de pena, pois ser um homem só, que ninguém mais, além de Cathy o amaria.

Sinceramente eu estava sem esperanças de gostar desse livro, pois o começo é muito enrolado e monótono, mas conforme fui avançado eu comecei a gostar e fiquei muito ansiosa, assim como o Sr. Lockwood, para saber o desfecho da história de Cathy e Heathcliff, contado por Nelly - a governanta que acompanhou a vida do casal.

Depois de eu dar a chance de entender melhor os sentimentos dos personagens e de me envolver com a história, O Morro dos Ventos Uivantes se tornou um dos meus livros preferidos. Entrou para a lista dos 10 livros da minha vida.

Vejam o video com cenas do filme adaptado "O Morro dos Ventos Uivantes" com a música Wuthering Heights por Kate Bush, AQUI.

17 comentários:

  1. é um dos meus livros prediletos tb, ñ consigo odiar Heathcliff, sinceramente ñ consigo, acho q a escolha da Cathy q o trnsformou naquele homem, talvez só por isso somente ela podia ama-lo assim cm ele só podia ama-la..

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li. Mas uma ex amiga era apaixoanda e pelos comentários dela me deixava claro o quanto era doentio esse amor que um possuia pelo outro. Ainda desejo ler, pois tenho minha própria opinião sobre todos os reviews que já li do livro e não sei se concordo com as pessoas que dizem que realmente isso é "amor" kkkk
    No mais, o video é lindo, conhecia a musica, mas não sabia que era... a tradução caiu como luva! ;)
    Mandou bem querida =*

    ResponderExcluir
  3. Oi Rê,
    Quero ler esse livro, parte da culpa é do Crepúsculo hehe. Até porque esse lviro foi relançado com a capa nova e tal, depois que os personagens do livro admitem que é um livro favorito deles.
    Agora depois de ler a resenha fiquei com mais vontade ainda, principalmente por parecer ser muito diferente de Crepúsculo, e não ser uma história de amor bonitinha, mas sim doentia e cheia de vingança. Fiquei com vontade de ler agora hehe

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Falei desse livro no meu blog inspirado na sua resenha. É um livro que marca, diferente e que mostra a face oculta do amor...
    Tô doida pra ver o filme e nao paro de escutar a musica que vc postou de tão linda que eu achei. Até revi os meus conceitos sobre a história depois de ler o seu comentário!!!
    parabéns!!!

    ResponderExcluir
  5. Foi um dos melhores livros que eu li, me deixou mais chata do que eu já era em relação ao amor e as confidencias que esse sentimento traz. Eu sou totalmente apta a ler mil vezes só pra sentir de novo o amor deles.

    ResponderExcluir
  6. Também entrou na minha lista de favoritos.A história é envolvente a narrativa perfeita.Adorei.Terminei pedindo biss!

    ResponderExcluir
  7. Odeio finais tristes. Mesmo assim, depois desta resenha, vou dar uma chance para esta história! Não vou negar que a conheci pela saga 'Crepúsculo', mas creio que a história seja bem diferente, trazendo uma lição de vida, pelo que me pareceu.
    bjo! ótima resenha.

    ResponderExcluir
  8. Eu amo esse livro, também é um dos meus favoritos, ele é simplesmente perfeito!

    ResponderExcluir
  9. Li uma edição bem antiga dele que peguei na biblioteca em janeiro do ano passado. Eu tenho paixão por esse livro, apesar de ter uma linguagem mais complicadinha, pra amantes da leitura como eu, fica até simples. Nem mesmo alguns professores de literatura/português que tive leram.... vergonha alheia

    ResponderExcluir
  10. Eu adorei esse livro,depois da segunda vez que li.O amor destrutivo dos dois me incomodava um pouco e acho a Cathy muito infantil.Foi uma obra que, apesar de alguns momentos engraçados da ira devastadora de Heathcliff, me deixou triste.
    Gostei bastante da adaptação para a TV com o Tom Hardy, mesmo ele sendo um branquelo.Recomendo.E agora tem uma nova versão com o Heathcliff negro, finalmente.

    ResponderExcluir
  11. Assisti o filme várias vezes, sempre amei a história, comprei esse livro e agora espero amar mais ainda, porque livro é sempre melhor que o filme ^^

    ResponderExcluir
  12. Um dos meus prediletos, O Morro dos Ventos Uivantes.
    Mas alguns livros tem que passar por críticas ferrenhas e este não fugiu à regra e atualmente é considerado um clássico da literatura inglesa,mas recebeu fortes críticas no século XIX.
    Interessante que foi publicado postumamente pela sua irmã e escritora Charlotte Brontë,autora de outro livro criticado:Jane Eyre
    Recebeu várias adaptações para o cinema,inclusive uma da MTV Americana que em 2003,produziu uma versão moderna,com personagens como colegiais..
    O amor entre Heathcliff e Catherine,foi tumultuado desde o começo e Hindley,irmão de Catherine sentia inveja de Heathcliff, porque achava que o pai o amava mais.
    Catherine casa com Edgar Linton, Heathcliff desesperado por ter perdido seu amor decide ir embora do Morro dos Ventos Uivantes e, quando retorna, está rico, e muitos acontecimentos ainda vão cruzar seus destinos.

    ResponderExcluir
  13. Tô com ele aqui até hoje pra ler e ainda nada...ótima resenha. Abraços

    ResponderExcluir
  14. Comecei a ler e parei =/ precisava voltar. Adorei a resenha!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Poxa, esse livro é um clássico e eu não acredito que eu não o li até hoje.

    ResponderExcluir
  16. Ótima resenha...
    O livro é fantástico, é o meu preferido :)

    ResponderExcluir
  17. Li esse livro ha muito tempo atrás e na época não entendi
    e não gostei do que li. Anos mais tarde, resolvi dar uma
    nova chance a Emily Bronte e "O Morro dos Ventos Uivantes" fez todo o sentido pra mim. Passei a gostar da obsessão louca de Heathcliff.

    Esse livro é um clássico maravilhoso!

    ResponderExcluir