Postado 12 outubro 2010

Resenha: A Menina Que Não Sabia Ler

Por Regiane Cristina S.







Título:
A Menina que não Sabia Ler
Autor: John Harding
Nº Páginas: 288
Ano Edição: 2010
Editora: Leya Brasil




 



O título em português não tem nada a ver com o nome original do livro, que é: "Florence and Giles", porém me chamou muito a atenção, acho que pelo fato de lembrar "A menina que roubava livros". Essa com certeza foi a intenção, despertar curiosidade nos leitores por causa dessa semelhança no nome. Além do título, a capa também é bem agradável e bonita, que ajuda a encher os olhos de qualquer um, porém ao decorrer da leitura eu percebi que não combina em nada com a história, diferente da capa original que tem tudo a ver com o enredo cheio de suspense gótico.

O livro é muito interessante, que acaba sendo narrado pela personagem principal - a doce e inteligente Florence - que usa as melhores artimanhas para esconder o seu mais precioso segredo, seu novo mundo, a biblioteca - onde ela sozinha aprende a ler e a ganhar muita sabedoria. O mundo que seu tio está longe de imaginar que ela possa ter conhecimento de sua existência.

Florence é uma menina com uma determinação surpreendente para sua idade. Ela faz o possível e o impossível para proteger seu irmão mais novo, chamado Giles. Não importando com as conseqüências que possam ocorrer com seus atos, ela se foca apenas em ter o irmão ao seu lado, em sua mente, a melhor forma de segurança para ele.

Após a morte da preceptora de Giles no lago, chega a substituta, chamada srta. Taylor, que muda a vida e todos os planos de Florence - onde começa suas maiores preocupações em torno do que possa vir acontecer ao seu irmão e as suas idas secretas à biblioteca. A nova professora traz com ela segredos e mistérios, que fará com que a menina tente descobri-las.

No final o leitor é obrigado a tirar suas próprias conclusões. Quem é Florence realmente? Com a versão apenas da garota, somos levados a pensar sobre todos os fatos e acontecimentos ao decorrer da história.

John Harding me surpreendeu com esse livro. E uma das coisas que mais me agradaram, foram o toque e a influência sutil de Edgar Allan Poe, sem comprometer sua obra, isto é, sem soar como uma cópia.

Para leitores que gostam de finais felizes e sem enigmas não será muito agradável, mas para aqueles que adoram leituras além do óbvio, como eu, irão amar.

3 comentários:

  1. Olha, só!
    Esse livro está no "vou ler" do Skoob! Coloquei ele lá justamente pela semelhança do título com o livro "A Menina que Roubava Livros" (que comecei a ler hoje :))..
    Acabei de ver a capa em inglês O_O Realmente é bem gótica! A capa brasileira é tão softzinha, mas não deixa de ser linda :) pena que não combina com a história , como você disse.

    Me deixou curiosa :) Logo o lerei!
    Obrigada pela resenha ótima!

    ResponderExcluir
  2. Quando eu estava no shopping, e olhei esse livro queria demais ler, além da capa ser linda me lembrou um pouquinha da A Menina Que Roubava Livros, e não sei por que, mais eu quero muito muito ler esse livro. Com certeza vou amar ^^

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é bem interessante, mas não faz meu estilo, sabe?

    ResponderExcluir